Vale do Sereno em Nova Lima: motivos para morar com a família

Vale do Sereno em Nova Lima: motivos para morar com a família

(Foto: Ronaldo Dolabella / Encontro).

Se você está em busca de um novo local para morar com a família na região da Grande Belo Horizonte, essa procura acabou: o Vale do Sereno em Nova Lima é a solução ideal e no post de hoje vou te provar isso.

Em primeiro lugar, é importante lembrar que o local já foi o escolhido pela Arte & Simetria para abrigar um dos empreendimentos mais luxuosos já construídos pela empresa: o Ed. Vilaró, que já é sucesso antes mesmo de sua conclusão.

Então, já sabendo que a região é procurada por famílias que querem viver com conforto, segurança e tranquilidade, separei a seguir alguns bons motivos para você também escolher o Vale do Sereno em Nova Lima para viver:

1. Vale do Sereno em Nova Lima é sinônimo de tranquilidade e natureza

Não é à toa que o Vale do Sereno é a região escolhida por moradores de alto poder aquisitivo: é uma região que, ao mesmo tempo em que reúne diversos atrativos, também tem a tranquilidade entre seus pontos fortes.

Para você ter uma ideia, Nova Lima possui 11 unidades de preservação ambiental, mais de 800 nascentes e está situada em uma área maior que a de sua capital, Belo Horizonte. Ou seja, a natureza recepciona e abraça os moradores.

Além disso, a beleza urbana também é um ponto forte do Vale do Sereno em Nova Lima. Recentemente ele recebeu uma grande revitalização – com a substituição de toda rede elétrica e de telefonia por cabeamento subterrâneo, melhorias na pavimentação e, ainda, a presença de luminárias antidispersivas (ecologicamente corretas).

2. No Vale do Sereno em Nova Lima é possível ter acesso a uma rica gastronomia

Não é preciso rodar por quilômetros em busca de boas opções gastronômicas para momentos em família, um happy hour com os amigos ou um jantar romântico a dois. Apesar de ser considerado um bairro jovem, o Vale do Sereno em Nova Lima já reúne uma rica gastronomia para todos os apetites.

Isso porque como a região abriga moradores de alto poder aquisitivo, as marcas gastronômicas se estabeleceram de vez no local, principalmente na alameda Oscar Niemeyer. Prova disso são as unidades da pizzaria 68, o restaurante Ah!Bon e a costelaria Monjardim.

Além das opções de bares e restaurantes noturnos, por todo o bairro também há restaurantes com serviços excelentes de buffet no almoço para atender aos moradores e empresários dos grandes condomínios residenciais e comerciais.

3. O bairro reúne todas as opções de serviços para os moradores

O Vale do Sereno em Nova Lima fica em uma região de fácil acesso a todos os serviços necessários: farmácias, padarias, salão de beleza, lojas de todos os segmentos, universidades, escolas, hospitais, clínicas médicas e uma série de outros nichos.

Prova disso é a fundação em 2008 do Serena Mall, um centro de compras de 18 mil metros quadrados que reúne dezenas de lojas, supermercados, restaurantes, academia e até cartório. A maior parte dos clientes é de moradores da região.

E se você ainda não está satisfeito, outra grande vantagem de escolher o bairro é que ele fica a apenas 10 minutos do BH Shopping. O passeio em família agradece!

4. O bairro incentiva uma vida mais saudável

Morar no Vale do Sereno em Nova Lima também significa a busca por melhor qualidade de vida. Moradores, inclusive, optam pelas caminhadas na mata para entrar em contato com a natureza e, ao mesmo tempo, praticarem suas atividades físicas.

Pela presença de boas ladeiras e um asfalta de qualidade, o bairro também se transformou em referência para a prática de skate downhill e se tornou um verdadeiro celeiro de atletas, que chegam a representar Minas Gerais em disputas internacionais.

5. Impostos como o IPTU são mais em conta

O último motivo do post de hoje para você escolher morar no Vale do Sereno em Nova Lima são os impostos.

Mesmo sendo um bairro nobre, por ser uma região fora da capital mineira, o Vale do Sereno em Nova Lima possui impostos e taxas mais em conta – especialmente o IPTU, que é bem mais barato do que em Belo Horizonte. Excelente, não é mesmo?

Gostou de saber que existem muitos motivos para você e sua família se mudarem para o Vale do Sereno em Nova Lima?

O nosso empreendimento de luxo, com apartamentos de 4 quartos já está 100% vendido. Mas clique aqui e faça o seu cadastro para receber informações do próximo empreendimento no mesmo perfil. Até a próxima!

Laudo Técnico de Reforma: o que é?

Laudo Técnico de Reforma: o que é?

Se você deseja reformar um imóvel, seja ele comercial ou residencial, você precisa estar atento a um detalhe que pode fazer a diferença: o Laudo Técnico de Reforma.

Mais que um documento, ele é uma verdadeira exigência que passou a vigorar em 2014 após vários casos de danos e acidentes provocados por reformas sem acompanhamento ou mal feitas.

No post de hoje, portanto, vou explicar melhor o que significa Laudo Técnico de Reforma e por que ele é um documento tão importante para a sua reforma residencial ou comercial, por menor que ela seja.

O que é Laudo Técnico de Reforma

O Laudo Técnico de Reforma trata-se de um documento em forma de relatório que explica e demonstra tudo o que será realizado e de que forma será executada a reforma. Ele atesta, ainda, que a obra em questão não afetará a estrutura do imóvel e da região, garantindo a segurança dos próprios moradores e de seus vizinhos.

Por mais que aparentemente esse documento pareça ser somente mais uma exigência burocrática entre tantas outras quando o assunto é obra, o fato é que o Laudo Técnico de Reforma é um documento importantíssimo que pode evitar muitas dores de cabeça, principalmente se for elaborado por um profissional competente (no caso, um engenheiro ou um arquiteto).

Você se lembra da tragédia ocorrida em 2012 no Rio de Janeiro, na qual dois prédios e um sobrado desabaram matando 15 pessoas? Na época, descobriu-se que a principal hipótese foi um abalo na estrutura de um dos prédios por conta da reforma de uma de suas salas comerciais. Por isso torna-se tão importante documentar e se verificar profundamente a possibilidade de uma reforma.

O Laudo Técnico de Reforma é regido pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), mais precisamente a NBR 16.280, que estabelece as regras para reformas. Na maioria dos casos, são elaborados escopos que detalham quais alteração serão realizadas.

Eis alguns exemplos de serviços que exigem a elaboração de um Laudo Técnico de Reforma:

  • alterações de sistemas hidráulicos, sanitários e elétricos;
  • alterações de sistemas de ventilação, exaustão e ar-condicionado;
  • trocas de revestimentos e esquadrias diferentes das originais;
  • instalação de equipamentos industriais e de sistemas de gás;
  • vedação e impermeabilização;
  • mudanças estruturais.

Se você mora em apartamento ou tem uma sala comercial, fique ainda mais atento: reformas só podem ser feitas se houver um arquiteto ou engenheiro responsável, por menor que ela seja.

Caso as exigências da ABNT não sejam cumpridas, o proprietário pode responder civil e criminalmente. E caso a reforma não esteja dentro das normas, ela pode ser interrompida.

As vantagens de um Laudo Técnico de Reforma

Agora que você já sabe que o Laudo Técnico de Reforma é um documento exigido por lei, vamos falar um pouco sobre as suas vantagens – mais precisamente sobre duas delas.

Como você já percebeu, a segurança é uma grande vantagem. Isso porque a falta de acompanhamento profissional durante as obras traz sérios riscos. Uma simples reforma hidráulica pode provocar uma imensa infiltração nos apartamentos vizinhos e até causar danos na estrutura do prédio.

A segunda vantagem é o grande custo-benefício de tempo e dinheiro. Por mais que ainda existem pessoas que acham caro ou desnecessário contratar um engenheiro ou arquiteto para orientá-las, o fato é que um Laudo Técnico de Reforma – desde que bem executado –, ajuda muito na hora de planejar os gastos da obra e diminui consideravelmente a necessidade de retrabalhos ou decepções com resultados indesejados.

Posso, inclusive, citar uma terceira vantagem: a participação ativa do cliente no processo de elaboração da reforma. Durante toda a produção do Laudo Técnico de Reforma, ele é ouvido e respeitado em todos os aspectos.

Agora que você aprendeu um pouco mais sobre a importância da elaboração de um Laudo Técnico de Reforma, eis o ensinamento final: não deixe de buscar por um profissional ou uma empresa competente para a realização desse serviço. Fique de olho em sua reputação e verifique sua idoneidade junto aos Conselhos competentes.

E se você precisar de ajuda ou quer tirar alguma dúvida sobre esse tema, entre em contato agora mesmo. Até a próxima!

Investir em imóveis: chegou a hora!

Investir em imóveis: chegou a hora!

Entenda por que Ricardo Amorim afirma que o segundo semestre de 2017 é o momento para investir.

Há cerca de 10 anos investir em imóveis não estava sendo recomendado…

Analistas começaram a vaticinar que o Brasil teria uma bolha imobiliária prestes a estourar e que os preços dos imóveis cairiam em média 50% ou mais quando ela estourasse.

Baseado em indicadores que apontavam que – ao contrário do que a maioria achava – em comparação a países onde bolhas imobiliárias estouraram, o endividamento de compradores de imóveis e o volume de novos lançamentos eram ainda pequenos e os preços não eram excepcionalmente elevados em relação à renda por aqui, publiquei diversos artigos refutando tais análises.

Os últimos anos foram a prova do pudim. O mercado imobiliário enfrentou a tempestade perfeita.

A economia teve a maior contração em qualquer período de três anos desde 1900, a confiança de empresários e consumidores caiu aos níveis mais baixos da história, as taxas de juros subiram significativamente, a oferta de crédito imobiliário despencou ao menor nível em muito tempo e várias empresas líderes do setor passaram por dificuldades significativas e, em alguns casos, até por reestruturação judicial. Cenários muito menos extremos já seriam suficientes para fazer qualquer bolha imobiliária estourar, caso houvesse uma.

Não foi o que aconteceu.

As vendas e os novos lançamentos de imóveis despencaram e os preços caíram. Em alguns casos, as quedas de preços foram muito expressivas. No entanto, não houve um colapso generalizado de preços parecido ao que ocorreu, por exemplo, nos EUA quando uma bolha imobiliária estourou entre 2007 e 2009. Naquele caso, os preços de imóveis residenciais em todo o estado da Flórida caíram em média 60%. No estado de Nevada, a queda média de preços atingiu 80%. Em vários países europeus, as quedas médias de preços foram parecidas. No Brasil, muitos imóveis tiveram quedas de preços nestes patamares ou próximas a eles, mas na média, de acordo com Índice FIPE/ZAP, os preços de imóveis residenciais, por exemplo, apenas pararam de subir, tendo se estabilizado em 2016.

Veja também: 10 dicas para comprar a sua sala comercial em 2017

Para investir em imóveis você precisa entender isso

  • Estes dados subestimam a contração de preços que realmente aconteceu por duas razões. A mais importante é que eles desconsideram a inflação, que só em 2016 já atingiu 5,4%.
  • Adicionalmente, o Índice FIPE/ZAP, que mede preços pedidos pelos vendedores, subestima a contração de preços efetivamente praticados no mercado, em função de descontos crescentes concedidos pelos vendedores nos dois últimos anos para conseguir concretizar as vendas.
  • Em resumo, houve, sim, queda de preços de imóveis no Brasil, mas a queda média de preços foi muito inferior a de países onde bolhas imobiliárias estouraram, o que sugere para um ciclo usual de ajuste de preços em meio a uma recessão econômica.

Esta distinção é fundamental para todos que trabalham no setor imobiliário e todos que pretendem investir em terrenos, galpões, imóveis comerciais ou residenciais ou aqueles que pretendem comprar sua casa própria nos próximos anos.

Estouros de bolhas imobiliários são seguidos por longos períodos de desempenho econômico muito inferior ao que o país tinha até então e uma elevação significativa da taxa de desemprego, o que cria riscos importantes para quem oferta crédito e quem assume dívidas para financiar a compra dos imóveis. Foi o que aconteceu com o Japão nos últimos 25 anos e na Europa nos últimos 8 anos, por exemplo.

Em segundo lugar, há uma retração permanente do volume de negócios no mercado imobiliário com uma redução significativa do volume de lançamentos imobiliários, diminuindo o número de empregos e as oportunidades em toda a cadeia do setor imobiliário – desde quem constrói até quem vende imóveis. Foi isso também o que ocorreu no Japão, na Europa e mesmo nos EUA. O número de lançamentos imobiliários nos EUA nos últimos 12 meses não chegou a um terço do que era em 2007. Na Europa e no Japão, as contrações foram ainda maiores.

Investir em imóveis no Brasil

No Brasil, ao contrário, tivemos uma contração cíclica do mercado imobiliário causada pela recessão. Assim como aconteceu após as recessões de 2003 e 2009, esta contração deve ser seguida por um reaquecimento do mercado imobiliário à medida que a confiança e a economia se recuperarem e a oferta de crédito voltar a se expandir, começando pela recuperação de preços, seguida em um segundo momento pela recuperação do volume de vendas e, em um terceiro, de novos lançamentos .

A oportunidade para quem quer investir no mercado imobiliário está em posicionar-se antes que estas tendências se concretizem e sejam claras para todos. Já há vários sinais nesta direção, mas a maioria ainda não se deu conta disso.

Nos últimos meses, a confiança de empresários de todos os setores da economia e de consumidores têm subido de acordo com os indicadores da FGV, CNI, Fecomércio e outros.

Leia também: 5 tendências de decoração para deixar sua sala comercial com a cara do Google

Alguns setores já têm até mostrado uma incipiente recuperação. Por conta da queda da inflação, a taxa de juros começará a cair ainda neste ano e, provavelmente, continuará em queda ao longo do ano que vem e do próximo, trazendo novamente a taxa SELIC para patamares de um dígito, estimulando as instituições financeiras a oferecerem maior volume e condições mais atraentes para o crédito imobiliário, o que expandirá a procura por imóveis tanto comerciais quanto residenciais.

Como detalhei em meu livro Depois da Tempestade, publicado recentemente, caso o governo Temer corte gastos públicos, colocando as contas públicas em ordem e afastando temores de risco de insolvência futura do setor público brasileiro – o que acredito que tem grande chance de acontecer – a recuperação econômica será muito mais rápida e forte do que a maioria acredita. Os impactos positivos da recuperação nos setores que mais sentiram a crise de confiança e a falta de oferta de crédito recente serão ainda maiores, capitaneados exatamente pelos setores imobiliário e automotivo.

Desde que publiquei o livro, as expectativas já começaram a melhorar. De acordo com o relatório Focus do Banco Central – que apresenta as expectativas de mais de 100 economistas – há poucos meses, eles projetavam, em média, que em 2017, o PIB brasileiro não cresceria nada. Hoje, os mesmos economistas já acreditam que o crescimento será superior a 1%. Salvo o governo Temer provar-se incapaz de fazer o ajuste fiscal ou ocorrer uma nova crise externa, estou convencido de que será muito superior a isso.

Os indicadores do próprio mercado imobiliário já têm refletido esta melhora de expectativas. O Índice IFIX da Bovespa, que mede o desempenho dos fundos imobiliários, teve uma alta de mais de 20% neste ano. Os 10 fundos imobiliários de melhor desempenho do mercado tiveram retornos entre 40% e 65%.

Se o cenário de recuperação econômica, queda de juros e expansão de crédito se concretizar, a demanda por imóveis deve crescer.

Leia: Comprar sala comercial: esclareça todas as suas dúvidas!

Além disso, quando ajustado pela inflação, o IFIX ainda está cerca de 20% abaixo do seu nível de 4 anos atrás, sendo que as dificuldades financeiras de muitas incorporadoras e novos planos diretores de várias cidade devem limitar e encarecer novos lançamentos nos próximos anos.

Assim, mesmo levando-se em consideração os amplos estoques que terão de ser desovados nos próximos dois anos e que devem inicialmente retardar e limitar a recuperação dos preços dos imóveis, as oportunidades para os interessados em investir em terrenos, galpões ou imóveis residenciais e comerciais agora parecem claras, particularmente para investidores de longo prazo.

Por: Ricardo Amorim

A Arte & Simetria tem um excelente investimento imobiliário para você! Salas e lojas a preço de custo no Buritis. Clique aqui e saiba mais.

Arte e Primavera em BH

Arte e Primavera em BH

Roteiros Para Curtir Arte e Primavera em BH

Vem chegando a primavera em BH! Setembro é um mês especial para os moradores da capital, que mesmo em meio à rotina agitada da cidade, também sabem apreciar os encantos da natureza. Primavera chegando, flores dos ipês já colorindo a cidade, o frio indo embora. É hora de passear e descobrir histórias e as belezas da cidade!

Se você é um entusiasta de passeios culturais, então o post de hoje é para você. Separamos 4 opções de roteiros para você fazer com seus amigos e com sua família durante a primavera em BH.

Dá só uma olhada:

1. Primavera em BH no Conjunto Arquitetônico da Pampulha

Primavera em BH no Conjunto Arquitetônico da Pampulha

Foto: Wikipedia

Na região da Pampulha existem diversos destinos para quem gosta de história e arquitetura, destacando-se o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, tombado como Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco em 2016.

O passeio é composto por cinco edifícios articulados em torno da Lagoa da Pampulha:

  • a Igreja de São Francisco de Assis;
  • o Museu de Arte da Pampulha (antigo Cassino);
  • o Centro de Referência de Urbanismo, Arquitetura e do Design (antiga Casa do Baile);
  • o Iate Tênis Clube;
  • e a Casa Kubitschek, que fora residência de Juscelino Kubitschek.

Todos foram construídos entre 1942 e 1943 pelas mãos do arquiteto Oscar Niemeyer, que contou com a participação de artistas plásticos de expressão, como Cândido Portinari e o paisagista Burle Marx.

Então, mesmo que você já tenha visto de perto essas grandiosas relíquias da arquitetura mineira, não deixe de revisitá-las durante a primavera em BH. Aliás, aproveite e também conheça a arquitetura do Hotel Stop Inn, obra da Arte & Simetria, que fica bem perto, no bairro São Cristóvão.

2. Exposição “Dos Acaiacas ao Niemeyer” na Savassi

Exposição “Dos Acaiacas ao Niemeyer” na Savassi - Primavera em BH

Foto: Wikipedia

Ainda falando em Niemeyer, outra atração imperdível e que vai até o dia 17 de setembro é a exposição “Dos Acaiacas ao Niemeyer”, realizada no bairro Savassi, região Centro Sul de BH – nessa região também está a nova fachada do tradicional Edifício Flávia, cuja reforma ficou por conta da Arte & Simetria.

A exposição tem o objetivo de apresentar uma reinterpretação através da pintura e da fotografia de duas verdadeiras obras de arte da arquitetura mineira: o Edifício Acaiaca e o Edifício Niemeyer. Os visitantes poderão conferir as pinturas de Rafael Abreu e as fotografias de Alessandra Filardi.

A exposição é gratuita e está situada na Galeria Georges Vincent – Aliança Francesa, que fica na Rua Tomé de Souza, 1418, na Savassi.

3. Feira da Pulga no Bairro Sion

Se é primavera em BH, então nada melhor do que um passeio por uma feirinha a céu aberto. Todas as terças e quintas a partir das 17h, acontece a tradicional Feira da Pulga na Praça Nova York, no Bairro Sion.

A praça por si só já vale todo o passeio: bem arborizada e povoada por centenas de maritacas, o local também conta com uma ampla diversidade de moradores, de todas as idades, em um verdadeiro encontro de gerações e tribos.

No mercado de pulgas, é possível encontrar brechós, quintandeiras, artesãos, feirinha de livros, discos de vinil e várias antiguidades expostas em plena praça. Além disso, de vez em quando artistas também dão as caras para se apresentar com suas violas, sanfonas, guitarras e teatro.

Imperdível, não é mesmo? Aliás, por todo bairro Sion existe diversas opções de passeios para agradar a todos os gostos e bolsos. Não é à toa que a região é muito procurada para se viver, tanto em apartamentos quanto em flats, como o Flat Califórnia.

4. Museu Inimá de Paula, no centro

Museu Inimá de Paula, no centro - Primavera em BH

Foto: Guia Permanente

A nossa última dica para você aproveitar a primavera em BH é visitar o Museu Inimá de Paula, no centro da cidade.

O próprio prédio do museu já é um show à parte: foi inaugurado em 1932 pelo arquiteto italiano Rafaello Berti, um dos fundadores da Escola de Arquitetura da UFMG. O prédio também já abrigou o imponente Cine Guarani.

Inaugurado em 2008, o museu é uma homenagem ao artista plástico mineiro Inimá José de Paula. O local conta com um acervo permanente de cerca de 80 obras do pintor, além de um ateliê e uma galeria virtual com um banco de dados de quase 2 mil obras catalogadas.

O Museu Inimá de Paula fica na Rua da Bahia, 1201, Centro, e funciona às terças, quartas, sextas e sábados das 10h às 18h30, às quintas-feiras das 12h às 20h30 e aos domingos das 10h às 16h30. A entrada é gratuita.

Aproveitar a primavera em BH não é nada difícil; existem milhares de opções de passeios que reúnem história e arte para que nos reconectemos ao passado e, ao mesmo tempo, possamos ressignificar o presente e o futuro. Portanto, não deixe de aproveitar a sua cidade!

Nós, da Arte & Simetria, também valorizamos a arquitetura por meio de homenagens a artistas que fizeram – e fazem história. Um exemplo é o Edifícil Escher, no bairro Buritis, que está sendo construído em homenagem ao grande artista plástico M.C. Escher. Confira no post os detalhes e até a próxima!

10 dicas para comprar sua sala comercial em 2017

10 dicas para comprar sua sala comercial em 2017

Se você é empreendedor e sempre alugou uma sala comercial, talvez esteja na hora de pensar em dar um passo a mais e comprar o seu imóvel – o que pode representar uma série de benefícios, como autonomia e mais liberdade na hora de tomar certas decisões que envolvem o crescimento da sua empresa.

Portanto, no post de hoje separamos 10 dicas para te ajudar a comprar a sua sala comercial ainda em 2017:

1. Certifique-se de que a sala comercial esteja em boas condições

Uma dica importante é avaliar cuidadosamente as condições das salas comerciais que você está olhando. Leve em consideração itens como:

  • o tempo de construção da sala;
  • se ela precisa receber reformas e obras;
  • se os ambientes são adequados para receber a estrutura que você precisa;
  • as condições das instalações elétricas e hidráulicas;
  • se demanda a instalação de equipamentos, como sanitários e ar-condicionado.

2. Verifique se a sala comercial possui o tamanho que você precisa

Dependendo do seu negócio, uma sala comercial pequena já apresenta espaço suficiente para você e sua equipe trabalharem. Mas você também precisa pensar a longo prazo – já que a sala será sua – e verificar se ela possui o tamanho ideal para futuras ampliações na equipe ou no espaço.

Portanto, analise atentamente se o local tem a capacidade de alojar todos os colaboradores e também os clientes que frequentarão a sua sala comercial. Também veja a possibilidade de realizar alterações futuras na planta, como a junção de unidades e outras adaptações.

3. Escolha a localização ideal

A localização da sala comercial é outro item importante a ser considerado antes da compra.

Você precisa avaliar se o bairro possui uma boa infraestrutura e oferta de serviços que possam te atender, como alimentação, bancos, padarias, farmácias, etc. Também avalie as condições do trânsito nas principais vias de acesso da sala comercial e veja as opções de estacionamento para os seus clientes.

4. Conheça o condomínio

Conhecer o condomínio é fundamental antes de se efetuar a compra de uma sala comercial.

Você precisa analisar atentamente as taxas, as facilidades que o local oferece para todos os estabelecimentos que ali funcionam e também se existe uma boa manutenção e serviço de limpeza.

5. Verifique a segurança interna e externa

Outra boa dica é verificar a segurança do bairro onde a sala comercial está localizada e também no próprio prédio.

Analise se o local possui portaria e algum tipo de controle de entrada e saída, câmeras de monitoramento e uma equipe treinada para resolver qualquer eventualidade.

6. Faça um levantamento das condições de transporte

Ainda no quesito localização, a sua sala comercial precisa ser num local onde o transporte é facilitado, seja de carro ou veículos públicos. Isso porque escolher um imóvel que tenha dificuldade de acesso pode dificultar a sua rotina, a de seus funcionários e a dos clientes.

7. Observe o valor da sala comercial

Veja se o valor pedido pela sala comercial está de acordo com as condições da área e a valorização dos imóveis vizinhos. Sem essa pesquisa, você pode acabar pagando um valor muito acima do que a sala realmente vale, ainda mais se ela estiver precisando de consertos e reforma.

8. Verifique a reputação do vendedor e se a documentação está em dia

Antes de comprar a sua sala comercial, é preciso ficar de olho nas questões legais, como toda a documentação em dia, a matrícula do imóvel junto à prefeitura e se os impostos, questões trabalhistas e taxas de condomínio estão quitadas.

Também não deixe de checar a reputação do vendedor, mesmo que seja uma construtora ou imobiliária conhecida. Lembre-se de que tudo deve ser feito de acordo com a legislação para se evitar dores de cabeça.

9. Controle a ansiedade

Comprar um imóvel exige muito estudo, pesquisa e, claro, o controle da ansiedade para se evitar um negócio mal feito, o qual você possa se arrepender mais tarde.

Por isso, não tenha pressa na hora de escolher a melhor opção para comprar a sua sala comercial; faça tudo com calma, segurança e pé no chão. Em contrapartida, saiba reconhecer boas oportunidades de negócio que surgem e esteja preparado para negociar.

10. Se organize financeiramente

Considere todos os custos envolvidos na aquisição da sala comercial: valor do imóvel, do condomínio, da mudança a ser feita e todos os detalhes que envolvem essa parte. Isso porque apesar de ser um investimento, ele deve ser feito com muito cuidado e com uma boa dose de organização financeira para se evitar dores de cabeça que comprometam suas finanças.

Gostou das dicas? Releia todas elas sempre que precisar e não se esqueça de optar por vendedores sérios e de reputação no mercado.

Se você é empreendedor e está em busca da sala comercial perfeita em Belo Horizonte, não deixe de conhecer as opções do Ed. Escher, no Bairro Buritis. Clique aqui e saiba mais sobre todos os detalhes e os diferenciais!

5 tendências de decoração para deixar sua sala comercial com a cara do Google

5 tendências de decoração para deixar sua sala comercial com a cara do Google

Quando alugamos ou compramos uma sala comercial, geralmente ela vem no estado bruto, pronto para que você a decore e coloque a cara da sua empresa nela. Afinal, é lá que você passará grande parte do seu dia; então, ela tem que reunir em um só espaço características que te ajudem na produtividade, na recepção de clientes e também nas horas de relaxamento.

Para te ajudar com ideias para o seu ambiente comercial, no post de hoje selecionamos 5 tendências de decoração extraídas do escritório do Google inaugurado em Belo Horizonte em 2016, que reúnem vários conceitos em um só espaço. Confira:

  1. Estilo industrial na sala comercial

Crédito Casa Vogue

Definitivamente o estilo industrial é uma forte tendência de decoração muito utilizada em casas, apartamentos e também em salas comerciais, como em alguns ambientes do Google.

Esse estilo é caracterizado pelas tubulações elétricas aparentes e a combinação de acabamentos em madeira, concreto e vidro – bem ao estilo dos lofts de Nova Iorque. A tubulação aparente também traz outra vantagem, que é a economia de despesas se for preciso mexer nas instalações elétricas e acrescentar tomadas e lâmpadas, por exemplo; nesse caso, não seria necessário quebrar paredes para o serviço.

Atualmente, muitas startups aderiram ao estilo industrial na decoração de seus ambientes por trazer toques de modernidade e, ao mesmo tempo, de descontração.

2) Espaço de relaxamento em sua sala comercial

Em todos os escritórios do Google pelo mundo os colaboradores e diretores possuem um espaço para descanso, leitura e relaxamento nos intervalos e em horários livres.

Essa é uma aposta de muitas empresas, principalmente as da área de TI, que permitem que seus colaboradores e gestores saiam um pouco do ambiente de trabalho e possam desfrutar de uma pausa mental.

Os espaços do Google são equipados com redes, futons, mesinhas para leitura e janela grande de vidro para entrar a luz natural. Por menor que seja a sua sala comercial, vale a pena separar um cantinho para essa finalidade.

3) Cores de acordo com o ambiente

Os escritórios do Google seguem uma lógica sensorial e valoriza as cores, utilizando-as de acordo com os ambientes. Por exemplo, as cores quentes foram escolhidas para integrarem as áreas de convívio, como os espaços de lazer, de jogos, o café e o restaurante. Os materiais acolhedores, como a madeira, também ajudam a integrar esses espaços e a estimular o convívio entre os colaboradores.

Já as cores frias, que são mais sóbrias, ocupam os espaços de negócios, de reuniões e trabalho, garantindo a melhor produtividade da equipe.

4) Janela de vidro

Essa é uma ótima dica de tendência para a sua sala comercial: as grandes janelas de vidro também fazem parte dos escritórios da Google e, além de deixarem o ambiente mais integrado com a área externa, a luz natural que entra ajuda na hora de economizar energia.

5) Sala comercial com área verde inusitada

As áreas verdes da Google também estão fortemente presentes em várias partes dos ambientes. Destaque para as sementes de plantas do Cerrado que são cultivadas in vitro em pequenas redomas na recepção do escritório de Belo Horizonte.

Mesmo que a sua sala comercial seja pequena, não deixe de apostar no uso de plantas para a decoração do ambiente. Elas ajudam a purificar o ar, deixam o ambiente mais alegre e, inclusive, reduzem o estresse no ambiente de trabalho.

Com essas 5 tendências de decoração de interiores, a sua sala comercial certamente ficará a cara do Google, deixando o ambiente propício para a produtividade e o crescimento da empresa.

Se você está em busca da sala comercial perfeita em Belo Horizonte, não deixe de conhecer as opções do Ed. Escher, no Bairro Buritis.

Clique aqui e saiba mais sobre todos os detalhes e os diferenciais!